Este será o primeiro artigo sobre preparação vocal deste blog!

O assunto contém muitos aspectos valiosos que contribuem para o desenvolvimento coral, que merecem ser compartilhados.

Desde que iniciamos o trabalho na Academia Concerto, entendemos que a preparação vocal seria prioridade para a construção do som que pretendíamos alcançar.

Preparar os nossos clientes cantores, pessoas comuns que nunca tiveram a experiência de soltar a voz plenamente ou sentir a emissão do som produzido pelo seu próprio corpo seria fundamental como ponto de partida…e de chegada aos objetivos!

De fato entendemos que a chave para o sucesso do som do seu coro amador está na preparação vocal.

Ela é que desperta o cantor para a mentalidade sonora que trará o resultado individual de bom nível e formará o resultado final, da unidade sonora de um coral.

Chamamos de preparação vocal, o treinamento concentrado nos primeiros 20 minutos do ensaio, pelo menos!

Aquecimento Vocal Coro

Para ter sucesso na condução desse treinamento:

  • É preciso que o regente tenha em mente exatamente a qualidade do som que deseja que o coro tenha! Este é o norte e definirá toda a pedagogia da preparação vocal.
  • Pontualidade: é preciso investir na educação dos coralistas. Chegar no horário e fazer parte dos primeiros 20 minutos do ensaio deve ser prioridade para todos. Busque bons argumentos ou bônus para estimular a pontualidade.
  • Entender que a preparação vocal é mais que repetir vocalises; é um trabalho que recruta e promove o controle respiratório, a consciência da emissão do som no contexto do coro, treina a escuta, desperta critérios de comparação auditiva, aquece a voz cantada para o ensaio, sensibiliza para a resolução de problemas do repertório. (estes aspectos serão abordados em outros artigos deste blog!).
  • Preparar exercícios específicos que contenham as dificuldades do repertório que o coro deve superar. Defina as prioridades do trabalho do dia de acordo com o repertório.
  • Ter disposição para a correção insistente e incessante…isso dá trabalho! O mais comum é o regente “aceitar” o som que vem do coro. Deste modo dificilmente haverá crescimento! A correção deve ser constante, amigável e motivadora.

Vocalização

  • Entender sobre contexto e antecipação: música também é contexto. Seu trabalho então é identificar as principais dificuldades que o coro precisa vencer no ensaio e imaginar soluções que serão propostas já na preparação vocal, em forma de exercícios/vocalises.
  • Fazer referência ao momento da preparação vocal durante o decorrer do ensaio. Faça links com o tempo investido nos primeiros 20 minutos. O coralista precisa entender que não são exercícios isolados, mas se interligam no contexto do repertório! Isto também reforça a importância da preparação vocal para o cantor, além de recrutar a memória musical de seu coralista.
  • De preferência, esse tempo deve ser conduzido a cappella. Apenas acordes para situar o tom e indicar o próximo são suficientes. O foco é a unidade sonora vocal. Um coro deve se sustentar com suas vozes. (este aspecto será abordado em outros artigos deste blog!) Cabe aqui ressaltar a importância da voz do regente como modelo a ser seguido.
  • Use a criatividade e percepção de líder para escolher o que priorizar nesses 20 minutos. Pode-se dividir o tempo em: 2 períodos de 5 minutos e 1 de 10 minutos ou 4 períodos de 5 minutos, por exemplo. A necessidade é sempre mãe da criatividade.
  • Use esta técnica comprovada pela neurociência: repita o tempo de preparação vocal incessantemente por 21 vezes, ou seja, 21 ensaios! Não importa quantas semanas sejam necessárias para cumprir este número. Coloque como meta e simplesmente cumpra. Cumprir esta meta será fundamental para sua própria reprogramação neural, como regente, além de ter um novo hábito inserido na rotina dos ensaios. Virão também as conquistas de grandes avanços musicais.

 

Sou Lana Bernardes, maestrina

img_20170515_185448-e1521750544365.jpg
Tive minha primeira experiência com a regência coral aos 11 anos no coro juvenil da igreja, numa substituição de emergência. Depois daquele, muitos outros finais de semana vieram em que tive que responder: “Não posso sair…tenho ensaio!”. Durante esse tempo construí minha experiência como coralista e regente, investindo na minha paixão pelo canto coral. Sou formada em Regência Coral, uma das fundadoras da Academia Concerto, onde tenho a oportunidade de treinar e ajudar pessoas comuns a chegar aos palcos e até representar o Brasil em Festivais Internacionais. Atuo ainda como Empreendedora Digital e sou especialista em levar seu coro ao próximo nível, sem perda de tempo e com qualidade!

Quer receber nossos conteúdos? 
Assine e receba por e-mail:

Solte Sua Voz Academia Concerto

Palco Digital

5 comentários em “A preparação vocal do seu coro não é só aquecimento!

  1. Sou regente amador.
    Tenho conhecimento de partituras limitado.
    Preciso muito de orientações.
    Obrigado pela oportunidade de crescer um pouco mais

    Curtir

    1. Que bom Luiz! Fico feliz por colaborar com seu trabalho! Bons ensaios para você. Busque oportunidades para crescer no seu conhecimento da partitura. Isso é muito importante! Obrigada pelo feedback 😀

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.