Blog Academia Concerto

Olá tudo bem?

Hoje vou continuar a conversar sobre repertório.

Se você não leu o primeiro artigo sobre repertório clique AQUI.

Já parou para pensar em quanto tempo seu coro passa trabalhando o repertório? Pois saiba que 80% a 95% de tudo que se faz na atividade coral está ligado às peças que o grupo prepara para apresentação.

Sendo assim, seus cantores são “alimentados” por tudo o que essas músicas trazem nos seus conteúdos musicais, teóricos, emocionais, filosóficos, artísticos, estéticos e tantos outros aspectos.

Isto tem que ser levado em consideração ao escolher uma música para o repertório. Infelizmente é comum que a escolha seja baseada apenas:

na estética ou gosto musical (sua música favorita, aquela bonita ou a música “modinha”),

no grau de dificuldade (a música que é mais fácil para o coro aprender, ou mais fácil para ensaiar e reger)

na comodidade (aquela peça que já está em sua estante).

Como fiz no primeiro artigo vou, mais uma vez, estabelecer uma analogia com a alimentação. Toda música que seu coro canta deve ser encarada como um alimento que nutre, sustenta, restaura, propicia crescimento e logicamente, traz prazer e satisfação.

Quando se monta um repertório apenas pelos critérios que citei acima, (gosto pessoal, grau de dificuldade ou comodidade) o coro se desenvolve num repertório que eu chamo de “arroz com batata frita”. Resolve a fome, quase todo mundo gosta e é fácil de preparar.

Lembra-se da famosa pirâmide alimentar? A pirâmide alimentar é um instrumento gráfico, que visa orientar as pessoas para uma dieta mais saudável. A pirâmide é dividida em grupos, em cada grupo são indicadas as porções de alimentos, sendo distribuídos em níveis. A pirâmide demonstra a necessidade de variedade, funcionalidade, equilíbrio e qualidade.

Pirâmide de Alimentação para Coral

Vamos construir uma pirâmide alimentar para a nutrição musical dos nossos coros?

As músicas que compõem o seu repertório são o alimento que nutre e sustenta o trabalho do coro. Siga os mesmos critérios da pirâmide alimentar para distribuir as músicas: variedade, funcionalidade, equilíbrio e qualidade.

Prato colorido repertório coral

Variedade


Não deixe o repertório do seu coro ser “arroz com batata frita”! Outro termo muito usados pelos nutricionistas é o “prato colorido” já ouviu falar? Um prato com alimentos de várias cores significa que você está ingerindo alimentos diversificados, no que diz respeito ao valor nutricional.

No repertório essa variedade deve parecer “colorida” em vários aspectos:

  • Grau de dificuldade
  • Tonalidades
  • Fórmulas de Compasso
  • Andamento
  • Forma
  • Idioma
  • Período
  • Compositor
  • Arranjador
  • Textura
  • ..etc…etc…

Mesmo que você trabalhe num ambiente delimitado, como por exemplo, um coro de igreja que só canta música sacra contemporânea em português. Ou um grupo vocal que só canta arranjos de MPB “a cappella”. Qualquer que seja o seu nicho de atuação, não justifica a falta de variedade do repertório! Há muitas possibilidades e cabe a você pesquisar e buscar alternativas para “colorir” seu repertório.

Montar um programa só de músicas fáceis, por exemplo, pode levar o coro a “atrofiar” o seu desenvolvimento (“arroz com macarrão”). Por outro lado, escolher apenas músicas difíceis pode fazer com que o coro se desestimule, que o resultado das apresentações seja ruim e que o programa se torne física e mentalmente cansativo (feijoada com churrasco).  

Repertório Funcional Coro

Funcionalidade


Alimentos funcionais são alimentos ou ingredientes que oferecem benefícios à saúde, além de suas funções nutricionais básicas. Eles podem, por exemplo, reduzir o risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, entre outras.

Um repertório funcional é aquele onde a peça cumpre uma função de “remédio” para um problema a ser resolvido, ou como “vitamina” para desenvolver uma característica.

Vamos ver alguns exemplos de repertório funcional:

  • Seu coro precisa de leveza e transparência no som? Cante mais música sacra renascentista.
  • Seu coro precisa de mais projeção? Invista num repertório que incentive a voz “para frente” como coros de Ópera ou até mesmo Gospel.
  • Está difícil equilibrar o coro que tem muitas sopranos e poucas contraltos? Cante peças à 5 vozes – Sop1 +Sop2 + Cont + Ten + Bxo.
  • O timbre do seu coro está muito escuro? Cante mais repertório em italiano!
  • Precisa timbrar e equilibrar os naipes do coro? Cante música homofônica ou de harmonia fechada.
  • Quer dar mais independência e confiança para os naipes? Invista em polifonia.
  • Seu coro não consegue cantar música polifônica? Começar com cânones é uma excelente estratégia!
  • Tem problemas de dicção ou as consoantes não estão claras? Faça uma peça em língua eslava! Polonês, búlgaro, russo, eslovaco, etc. Elas são ricas em consoantes, sendo que possuem mais consoantes do que a língua portuguesa! Vai exigir muito mais articulação dos seus cantores. Existem palavras formadas exclusivamente por consoantes! Por serem extremamente complexas, pesquise uma canção folclórica ou infantil simples e fácil de 4 versos. Este repertório é bem farto.

Esses são bons exemplos de repertório funcional para seu coro!

 Repertório Alimenta o Coro

Equilíbrio


Existe uma “polêmica” sobre o prato “macarrão com arroz”! Tem gente que ama e tem gente que se arrepia só de pensar. Mas, com certeza, os nutricionistas são os que mais se arrepiam. Colocar duas fontes de carboidrato no mesmo prato desequilibra a dieta de qualquer um. Já um belo pedaço de “Lazagna alla Bolognese” com uma bela salada de alface fresca e molho agridoce, faz com que os dois alimentos se complementem e o prato terá um equilíbrio, tanto de sabor como de valor nutricional.

Ao analisar uma peça isoladamente, sem considerar como será a interação e a combinação com as demais, corre-se o risco de desequilibrar o repertório.

Monte seus repertórios buscando equilíbrio e harmonização.

Considere que, no programa, haverão peças antes e depois da peça que você escolher. Antecipe, em sua mente, como elas vão interagir.

Como imagina que a peça vai funcionar dentro do programa como um todo?

escolha repertório como alimentos

Qualidade


Hoje em dia a preocupação com a origem e procedência dos alimentos é muito importante. Saber se o ovo é caipira ou de granja, se o tomate é orgânico ou se o arroz é integral.

Da mesma forma, é preciso saber o máximo possível sobre a origem das peças que você está considerando para o repertório. Faça algumas perguntas:

  • Quem compôs?
  • Qual a fonte do texto?
  • Qual significado do texto?
  • Quando foi composta?
  • Quem editou?
  • Quem arranjou?
  • Qual o contexto histórico, filosófico, emocional, político em que a peça foi composta?
  • Para qual coro foi escrita?
  • Quem tem cantado essa peça recentemente?

Assim como um bom chef tem seus fornecedores de confiança, eu costumo ter alguns compositores, arranjadores e editores de confiança.

Procuro conhecer muito bem a técnica composicional, a linguagem musical, estilo, estética e sonoridade a ponto de, antes de ler a música, já imaginar como vai soar em meus coros. Costumo dizer que quando tenho acesso a alguma composição deles, primeiro eu compro e depois penso qual coro vai cantar!

O seu trabalho no coro pode afundar se utilizar peças mal escritas, mal arranjadas, mal editadas, feitas por gente que escreve para coro sem conhecer ou saber como trabalhar a voz cantada.

Muitas peças podem ter problemas de prosódia, métrica, fraseado, harmonia, tonalidade, etc. O coro vai morrer de ensaiar, mas o peça não “decola” de jeito nenhum – tempo perdido!

Quando olhamos para o texto a coisa fica ainda mais preocupante! Recentemente eu fiquei horrorizado ao assistir uma apresentação de um coro infantil que trouxe repertório com textos de conteúdo inadequado para crianças. O coro não soava, entre outros motivos, pois os cantores não tinham maturidade para entender o que estavam cantando. Ficou claro que o repertório foi escolhido pelo gosto musical da regente, mas a procedência do texto foi ignorada.

 

Não adianta escolher música bonita com texto ruim, nem poesia perfeita com música mal escrita!

 

Planilha Repertório Coral
Levante e organize as informações sobre o repertório para ajudar na sua escolha

Como saber?

Primeiro: conheça muito bem o seu coro. Assim como alguém que prepara a refeição para a família, além de conhecer os gostos de cada membro, sabe também as necessidades que precisam ser supridas.

Faça um bom diagnóstico a respeito do que precisa ser suprido no repertório do coro. Mais uma vez eu recomendo: saia da frente do piano e do YouTube (onde seu ouvido e gosto musical falam mais alto) e vá para a mesa com uma folha de papel , ou  abra uma planilha eletrônica.

Liste o repertório que seu coro já tem feito nos últimos tempos, as músicas que você está trabalhando e/ou apresentando no momento ou o repertório que planeja para a próxima temporada. Levante o máximo de informações e dados sobre as peças.

Faça uma lista de metas de curto, médio e longo prazo, objetivos artísticos, problemas que devem ser corrigidos, sonoridade a ser desenvolvida e para que direção compensa empenhar mais esforços.

Cruze todas essas informações e diagnostique onde seu repertório pode ser melhorado para atender suas necessidades, que tipo de músicas pode escolher para além de produzir um resultado bonito na apresentação, que satisfaça musical e artisticamente a todos: regente, coro e público.

Lembrando: quanto mais você estudar, pesquisar, se informar, analisar programas de outros coros, e conhecer novas peças, terá mais condições de diagnosticar e montar um repertório “saudável” para seu coro! Sem preguiça!

 


Uma dica: você já segue a nossa página no FACEBOOK? Lá nós postamos semanalmente sobre coros, regentes, repertório e propostas de Música Coral de todos os continentes.


 

Convido você para clicar e visitar as páginas de repertório dos nossos coros na Academia Concerto:

 

REPERTÓRIO CORO ACADEMIA CONCERTO

REPERTÓRIO CAMERATA VOCAL

REPERTÓRIO CANTILENA

REPERTÓRIO JOVEM CANTO

 

Fique à vontade para ver e analisar como montamos nossa “pirâmide nutricional” de repertório. Se quiser entre em contato para dúvidas e/ou sobre como desenvolvemos estes repertórios.

 

ATENÇÃO!

Você quer nossa ajuda para diagnosticar e montar o repertório do seu coro?

Utilize o email abaixo e entre em contato com a gente:

 academiaconcerto@academiaconcerto.art.br

 

Bom, espero ter te deixado com fome de boa comida e boa música coral! Retomarei este assunto mais adiante e continuarei te ajudando a alimentar bem o seu coro! Nos próximos artigos vou falar sobre onde buscar repertório, que tal?

Bons ensaios e apresentações!

 


Na página principal do nosso BLOG estão outros assuntos que podem ajudar seu coro!


 

Aula Regência Coral Online

ATENÇÃO!

Você quer nossa ajuda para CAPACITAR VOCÊ em seu trabalho com o coro?

Utilize o email abaixo e entre em contato, sem compromisso:

 academiaconcerto@academiaconcerto.art.br

 

Aproveite os comentários abaixo…deixe seus resultados, dúvidas ou me sugira temas relevantes para novos posts!

 

Acompanhe nosso próximo post . Inscreva-se abaixo para receber as atualizações!

Sou Altamiro Bernardes, maestro –
Academia Concerto Altamiro Bernardes

Trabalho há mais de 30 anos regendo corais. Tive minha formação como pianista e depois também estudei cravo. Foi através da Música Antiga que cheguei à Europa e, ali, tomei contato com uma sonoridade coral que me encantou! De volta ao Brasil fui estudar regência e buscar o desenvolvimento de um método de trabalho que, dentro da realidade brasileira, me proporcionasse ferramentas para trabalhar e alcançar resultados de alto nível. Em 2005 fui um dos fundadores da Academia Concerto e sou o Diretor Artístico nos últimos 13 anos.  Também sou professor de regência no Conservatório de Tatuí. Meu trabalho tem sido preparar coros profissionais e amadores para concertos, festivais, turnês e concursos internacionais. Agora quero compartilhar com você os meus métodos de trabalho, que alcançaram 6 prêmios na Europa, reconhecimento no Brasil e ajudar o seu coro a alcançar o próximo nível!
Quer receber nossos conteúdos? 
Assine e receba por e-mail:

 

 

 

Solte Sua Voz Academia Concerto
Palco Digital

2 comentários em “Repertório: como você alimenta seu coro? | Academia Concerto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.